segunda-feira, 27 de abril de 2009

Interpretação de texto

Camelô caprichado

“Senhoras, senhoritas, cavalheiros! – estudantes, professores, jornalistas, escritores poetas, juízes – todos os que vivem da pena, para a pena, pela pena! – esta é a caneta ideal, a melhor caneta do mundo (marca Ciclope!), do maior contrabando jamais apreendido pela Guardamoria! (E custa apenas 10 reais).
"Esta é uma caneta especial que escreve de baixo para cima, de cima para baixo, de trás para diante e de diante para trás! – (Observem!) Escreve em qualquer idioma, sem o menor erro de gramática! (E apenas 10 reais!)
“Esta caneta não congela, com o frio nem ferve com o calor; resiste à umidade e pressão; pode ir à Lua e ao fundo do mar, sendo a caneta preferida pelos cosmonautas e escafandristas. Uma caneta para as grandes ocasiões: inalterável ao salto, à carreira, ao mergulho e ao voo! A caneta dos craques! Nas cores mais modernas e elegantes: verde, vermelha, roxa... (apreciem) para combinar com o seu automóvel! Com a sua gravata! Com os seus olhos!... (Por 10 reais).
“Esta caneta privilegiada: a caneta marca Ciclope, munida de um curioso estratagema, permite mudar a cor da escrita, com o uso de duas tintas, o que facilita a indicação de grifos, títulos, citações de frases latinas, versos e pensamentos inseridos nos textos em apreço! A um simples toque, uma pressão invisível (assim!) a caneta passa a escrever em vermelho ou azul, roxo ou cor-de-abóbora, conforme a fantasia do seu portador. (E custa apenas 10 reais!).
"Adquirindo-se uma destas maravilhosas canetas, pode-se dominar qualquer hesitação da escrita: a caneta Ciclope escreve por si! Acabaram-se as dúvidas sobre crase, o lugar dos pronomes, as vírgulas e o acento circunflexo! Diante do erro, a caneta pára, emperra – pois não é uma caneta vulgar, de bomba ou pistão, mas uma caneta atômica, sensível, radioativa. Candidatos a concursos, a cargos públicos, a lugares de responsabilidade! – a caneta Ciclope resolve todos os seus problemas ortográficos e caligráficos! E ainda mais esta caneta não apenas escreve, mas pensa! (E por 10 reais.)
“Não mais dificuldades de rima nem de concordância! Com esta caneta pode-se escrever com igual facilidade, qualquer romance policial, peça de teatro, folhetim, artigos, crônicas, procurações e testamentos! Tudo rápido, correto, limpo! Cartas de negócio e cartas de amor! Tudo com o mesmo sucesso: porque esta caneta Ciclope (como o nome esta dizendo) é um gigante que transporta qualquer idéia para qualquer lugar (e custa apenas 10 reais: a melhor caneta, do maior contrabando!)
“A caneta Ciclope não mancha nem enferruja, não acaba nunca, e tem um curioso dispositivo, nestes dois ganchos, podendo ser usada no bolso do paletó ou na manga da camisa! Dourada, prateada, com belos complementos coloridos – é a caneta de escritores, escrivães, escriturários – jornalistas, radialistas, desportistas – (com o mesmo sucesso em qualquer gênero!) – do promotor e do acusado, de todos os que vivem da pena, para a pena e pela pena! (Por 10 reais!)
"Senhoras, senhoritas, cavalheiros, aqui está um bloquinho de papel: Experimentem! Experimentem! Apreciem as tintas, os ganchos, as cores, o ouro e a prata (inoxidáveis!): experimentem a maciez, a presteza, a velocidade, a exatidão! (Por 10 reais!)
"Qualquer pessoa pode ficar célebre, de um momento para outro com o simples uso da caneta Ciclope: uma caneta que escreve, uma caneta que pensa! Exclusiva! Original! Sem precedentes! (E apenas por 10 reais!)
(Ainda não pude comprar a caneta maravilhosa, porque há multidões ao redor do camelô. Mas sua arenga – como as dos tempos eleitorais – não é rica só de esperanças, mas também de severas ameaças para os que vivem da pena, para a pena, e pela pena!...)

Retirado do livro Escolha o seu sonho, de Cecília Meireles. Rio de Janeiro, Record, 1994

1- Você já descobriu o que são camelôs? Escreva tudo o que sabe sobre eles nas linhas abaixo.

2- O camelô do nosso texto vendia canetas. Mas canetas especiais! Ao longo do texto, ele enumera muitas qualidades da caneta Ciclope. Organize essas qualidades de acordo com os grupos abaixo:

Grupo 1: As qualidades são reais, iguais as outras canetas.

Grupo 2: As qualidades são impossíveis, são mágicas, são uma “enganação”.


3- A palavra “pena” pode ter diferentes significados. Registre abaixo os que você lembrar e depois consulte o dicionário para verificar se você conhecia todos os sentidos da palavra.
Em qual ou em quais sentidos a palavra pena é empregada no texto?

4- Pense agora nas profissões citadas no texto e escreva quem são as pessoas que:

· Vivem da pena, para a pena, pela pena (no sentido de “escrita”):

Vivem da pena, para a pena, pela pena (no sentido de “penalidade legal ao descumprimento da lei”):

5- Analisando o trecho abaixo, você vai observar um dos recursos que o camelô utiliza para vender seu produto:

(...) esta é a caneta ideal, a melhor caneta do mundo (marca Ciclope!), do maior contrabando jamais apreendido (...)
(...) Escreve em qualquer idioma, sem o menor erro de gramática!


a) Que recurso ele usou nesse trecho?

b) Copie do texto mais duas expressões em que ele usou o mesmo recurso.

6- Explique o uso das “aspas” no texto.

7- Reescreva o trecho abaixo como se falasse de duas canetas:

“A caneta Ciclope não mancha nem enferruja, não acaba nunca, e tem um curioso dispositivo, nestes dois ganchos, podendo ser usada no bolso do paletó ou na manga da camisa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário